string(65) "

Rio Grande do Norte e Alemanha

Amaro Sales de Araújo, industrial, Presidente da FIERN e do COMPEM/CNI.

A FIERN, FECOMERCIO, FETRONOR, FAERN, SEBRAE, Governo do Estado e algumas empresas locais estiveram na Alemanha recentemente. O registro é importante para demonstrar a persistência de nossas instituições em consolidar um relacionamento institucional já iniciado com os Estados da Renânia-Palatinado e de Baden-Württemberg e as tratativas para que o Encontro Econômico Brasil-Alemanha de 2019 ocorra em Natal-RN.
Aliás, este foi o primeiro compromisso da delegação. Em Weimar, participamos do XXXIV Encontro Econômico Brasil-Alemanha, ocasião em que o Rio Grande do Norte, juntamente com a Confederação Nacional da Indústria, ocupou um espaço destacado e divulgou suas potencialidades, oportunidades de investimento e potencial turístico, inclusive, representantes de empresas potiguares participaram de Rodada de Negócios, apresentando seus projetos de investimentos no setor turístico e imobiliário a eventuais investidores alemães. O Encontro, cuja candidatura de Natal foi mais uma vez reforçada, é um estratégico apoio aos negócios e as relações institucionais entre o Brasil e a Alemanha.
Outras oportunidades, contudo, foram viabilizadas para a apresentação do Rio Grande do Norte a instituições e investidores alemães. Em Hamburgo, por exemplo, apresentamos o nosso Estado ao Centro Europeu para a América Latina (EZLA); em Berlim, a representantes da Associação para pequenas e médias empresas da Alemanha (BVMW). Foi relevante conhecermos a atuação da BVMW, principalmente no que se refere a área de defesa dos interesses de seus membros na Alemanha e em outros Países. A associação possui aproximadamente 50.000 membros, notadamente empresas com até 10 funcionários. Vamos atuar consequentemente para uma maior aproximação e possível assinatura de parceria das instituições presentes com a BVMW.
Com a Renânia-Palatinado ficou, dentre outros assuntos, evidenciada a importância do projeto de intercambio atualmente existente para jovens profissionais. A iniciativa é patrocinada pelo Governo da Renânia-Palatinado e tem dado oportunidade para muitos jovens gestores do Rio Grande do Norte estudarem a cultura empresarial e de trabalho das empresas alemãs. As relações neste sentido vão continuar e outras mais já existem, tendo em vista o ambiente consolidado de cooperação existente entre os nossos dois Estados.
Também fomos ao Parque Tecnológico de Karlsruhe que sedia 40 empresas de alta tecnologia, principalmente da área de softwares, e está localizado estrategicamente próximo a Universidade de Karlsruhe e ao Instituto de Tecnologia de Karlsruhe (KIT), um dos mais renomados do mundo. Desejamos que o futuro Parque Tecnológico do Rio Grande do Norte tenha uma relação de proximidade com Karlsruhe, fato que será trabalhado pelas instituições envolvidas, com o apoio do Cônsul Honorário Axel Geppert que, em Natal, tem trabalhado conosco em tais tratativas.
Enfim, os objetivos da missão foram alcançados e a terra da tecnologia nos recebeu muito bem, com fundadas perspectivas de proximidade e parceria.

"

FIERN | SESI | SENAI | IEL

Portuguese Chinese (Simplified) English French German Italian Japanese Korean Russian Spanish

Artigos

Rio Grande do Norte e Alemanha

Amaro Sales de Araújo, industrial, Presidente da FIERN e do COMPEM/CNI.

A FIERN, FECOMERCIO, FETRONOR, FAERN, SEBRAE, Governo do Estado e algumas empresas locais estiveram na Alemanha recentemente. O registro é importante para demonstrar a persistência de nossas instituições em consolidar um relacionamento institucional já iniciado com os Estados da Renânia-Palatinado e de Baden-Württemberg e as tratativas para que o Encontro Econômico Brasil-Alemanha de 2019 ocorra em Natal-RN.
Aliás, este foi o primeiro compromisso da delegação. Em Weimar, participamos do XXXIV Encontro Econômico Brasil-Alemanha, ocasião em que o Rio Grande do Norte, juntamente com a Confederação Nacional da Indústria, ocupou um espaço destacado e divulgou suas potencialidades, oportunidades de investimento e potencial turístico, inclusive, representantes de empresas potiguares participaram de Rodada de Negócios, apresentando seus projetos de investimentos no setor turístico e imobiliário a eventuais investidores alemães. O Encontro, cuja candidatura de Natal foi mais uma vez reforçada, é um estratégico apoio aos negócios e as relações institucionais entre o Brasil e a Alemanha.
Outras oportunidades, contudo, foram viabilizadas para a apresentação do Rio Grande do Norte a instituições e investidores alemães. Em Hamburgo, por exemplo, apresentamos o nosso Estado ao Centro Europeu para a América Latina (EZLA); em Berlim, a representantes da Associação para pequenas e médias empresas da Alemanha (BVMW). Foi relevante conhecermos a atuação da BVMW, principalmente no que se refere a área de defesa dos interesses de seus membros na Alemanha e em outros Países. A associação possui aproximadamente 50.000 membros, notadamente empresas com até 10 funcionários. Vamos atuar consequentemente para uma maior aproximação e possível assinatura de parceria das instituições presentes com a BVMW.
Com a Renânia-Palatinado ficou, dentre outros assuntos, evidenciada a importância do projeto de intercambio atualmente existente para jovens profissionais. A iniciativa é patrocinada pelo Governo da Renânia-Palatinado e tem dado oportunidade para muitos jovens gestores do Rio Grande do Norte estudarem a cultura empresarial e de trabalho das empresas alemãs. As relações neste sentido vão continuar e outras mais já existem, tendo em vista o ambiente consolidado de cooperação existente entre os nossos dois Estados.
Também fomos ao Parque Tecnológico de Karlsruhe que sedia 40 empresas de alta tecnologia, principalmente da área de softwares, e está localizado estrategicamente próximo a Universidade de Karlsruhe e ao Instituto de Tecnologia de Karlsruhe (KIT), um dos mais renomados do mundo. Desejamos que o futuro Parque Tecnológico do Rio Grande do Norte tenha uma relação de proximidade com Karlsruhe, fato que será trabalhado pelas instituições envolvidas, com o apoio do Cônsul Honorário Axel Geppert que, em Natal, tem trabalhado conosco em tais tratativas.
Enfim, os objetivos da missão foram alcançados e a terra da tecnologia nos recebeu muito bem, com fundadas perspectivas de proximidade e parceria.

Prev Next