string(65) "

CAGED RN - Emprego com carteira volta a cair em novembro

De acordo com dados do CAGED, o  emprego  com  carteira  assinada  voltou  a  cair  no  Rio  Grande  do  Norte  no  mês  de novembro.  Do  balanço  entre  admissões  e  desligamentos  resultou  um  saldo  negativo correspondente  a 820 vínculos de  trabalho, com recuo  de  0,19%  no  total  de  empregos existentes   no mês   anterior.   

A   região   Nordeste   e   o   conjunto   do   Brasil   também apresentaram saldos negativos de 14.000 e - 116.747 vagas, respectivamente. Na série mensal dos últimos 12 meses, o saldo do emprego celetista só resultou positivo no estado em agosto e setembro, em todas as atividades, e na indústria, apenas em setembro.

Em novembro, apenas o Comércio (444 vagas) apresentou balanço positivo. A Indústria apresentou o maior volume de vagas cortadas (-938), seguida da Agropecuária (-250) e dos Serviços (-72). O mês em análise se configura como o segundo pior novembro para o emprego celetista potiguar desde 2004, quando foram cortadas 1.459 vagas em todas as atividades.
 
Na mesma base, entre 2000 e 2016, a indústria apresentou o terceiro pior saldo de vagas, atrás do de 2008 (-1.230) e o de 2014 (-980).

Clique aqui para ler o Informe completo.

"

FIERN | SESI | SENAI | IEL

Portuguese Chinese (Simplified) English French German Italian Japanese Korean Russian Spanish

Notícias - Destaque

CAGED RN - Emprego com carteira volta a cair em novembro

De acordo com dados do CAGED, o  emprego  com  carteira  assinada  voltou  a  cair  no  Rio  Grande  do  Norte  no  mês  de novembro.  Do  balanço  entre  admissões  e  desligamentos  resultou  um  saldo  negativo correspondente  a 820 vínculos de  trabalho, com recuo  de  0,19%  no  total  de  empregos existentes   no mês   anterior.   

A   região   Nordeste   e   o   conjunto   do   Brasil   também apresentaram saldos negativos de 14.000 e - 116.747 vagas, respectivamente. Na série mensal dos últimos 12 meses, o saldo do emprego celetista só resultou positivo no estado em agosto e setembro, em todas as atividades, e na indústria, apenas em setembro.

Em novembro, apenas o Comércio (444 vagas) apresentou balanço positivo. A Indústria apresentou o maior volume de vagas cortadas (-938), seguida da Agropecuária (-250) e dos Serviços (-72). O mês em análise se configura como o segundo pior novembro para o emprego celetista potiguar desde 2004, quando foram cortadas 1.459 vagas em todas as atividades.
 
Na mesma base, entre 2000 e 2016, a indústria apresentou o terceiro pior saldo de vagas, atrás do de 2008 (-1.230) e o de 2014 (-980).

Clique aqui para ler o Informe completo.

Prev Next