Aluno do EBEP SESI/SENAI apresenta projeto de lei na Assembleia Legislativa do RN

14/06/2018   16h45

 

Único representante da rede particular de ensino entre os finalistas, o estudante do 3º ano do ensino médio do EBEP SESI/SENAI-RN Lucas Rodrigues participou pelo segundo ano do Programa Jovem Parlamentar Brasileiro. Na tarde da última quarta-feira, 13, Lucas esteve entre os quinze alunos que apresentaram os projetos de lei selecionados para concorrer às vagas de Deputado Jovem do programa. Em sua 15ª edição, o PJB recebeu 65 inscrições de estudantes de todas as redes de ensino do RN. A solenidade aconteceu no auditório Cortez Pereira, da Assembleia Legislativa do RN.

 

Nessa etapa, os estudantes fizeram a apresentação oral dos seus projetos e suas motivações. Entre os projetos apresentados, destacam-se temáticas ligadas ao ensino de libras para surdos e ouvintes, gerontologia e planejamento familiar, educação ambiental como componente curricular, desenvolvimento da segurança pública, formato do encosto das poltronas e sistema de pavimentação das estradas.A Comissão Estadual do Programa, composta por três técnicos da Secretaria de Educação e da Cultura do RN, foi a responsável por fazer a avaliação da desenvoltura dos alunos e vai selecionar quatro propostas que serão enviadas para a fase final, que acontece do dia 1 a 5 de outubro, em Brasília. O resultado será divulgado no próximo dia 20.

 

 

Em sua fala, a Secretária de Educação do RN, Cláudia Santa Rosa, destacou que o Programa coloca os jovens como protagonistas, encorajando-os a irem em busca do que acreditam. “São jovens protagonistas parlamentares, envolvidos em um projeto extraordinário que proporciona transformação e engajamento. O que proporciona também um empoderamento, mostrando o potencial de cada um. Precisamos acreditar nos sonhos, pois vocês podem ser o que quiserem”, declarou Santa Rosa.

 

Para o estudante do EBEP-RN, “a maior motivação para participar do Programa Parlamento Jovem Brasileiro foi a curiosidade de entender como funciona o Congresso Nacional e tentar ajudar de alguma forma o meu país, neste caso com meu projeto”, afirmou Lucas.

 

“Nós fomos agraciados com projetos em todas as áreas de conhecimento, com uma gama de projetos que atendeu as cinco comissões que tem na Câmara”, ressaltou Véra Reis, Coordenadora Estadual do Programa Parlamento Jovem Brasileiro.

 

 

PROPOSTA LEGISLATIVA – Para participar do programa, Lucas Rodrigues, de 17 anos, desenvolveu um projeto legislativo que determina a criação do programa “Brasil do Futuro”, pelo qual estudantes vinculados aos Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia (IF), e as Universidades Federais (UF), vão poder contribuir com a gestão pública federal.

 

Segundo o estudante, a proposta visa a participação mais efetiva dos jovens na gestão pública. “Jovens estudantes irão produzir pesquisas e projetos para a administração. Esses alunos serão classificados como bolsistas, ou seja, receberiam um determinados valor por mês para esse trabalho. Ao final, consequentemente, lograremos uma melhora na gestão do Governo Federal e os serviços públicos por ele prestados. Mas o projeto ainda cumpre outro papel importante: o de reduzir significativamente os gastos federais com consultorias, colocando a capacidade intelectual dos jovens a serviço da gestão pública”, ressaltou.

 

Lucas ainda destacou a importância do EBEP na sua formação educacional: “Estudar no EBEP me possibilitou um conhecimento mais amplo da vida em sociedade e de como as diferentes áreas do conhecimento podem contribuir com o nosso futuro, principalmente quando se tem a inserção dos jovens. A escola em seu completo (coordenação, supervisão e professores) abre e sempre abriu o espaço para um diálogo, para a criticidade, para a reflexão. Isso, sem dúvida, foi de suma importância para dar um outro olhar para o projeto”.

 

 

Programa Jovem Parlamentar Brasileiro – Desenvolvido pela Câmara dos Deputados, o programa tem como objetivo oferecer aos jovens do ensino médio a possibilidade de vivenciar o processo político e democrático, através da participação desses estudantes, como jovens deputados, em uma jornada parlamentar. Para participar, os interessados criam um projeto de lei que ajuda a resolver problemas cotidianos da sociedade. A temática de 2018 foi “Você escolhe seu representante. Você escolhe ser representante”.

 

Promovido desde 2004, o PJB tem o intuito de oportunizar aos participantes a possibilidade desenvolver habilidades de argumentação e respeito à diversidade de opiniões, além de construir um olhar mais crítico sobre sua realidade, potencializando a atuação democrática.

 

“Nós seguimos os três critérios da própria Câmara para fazer a seleção na atual etapa. São eles a justificativa, que consiste nos motivos e na intenção da proposta, a relevância e o mérito para a sociedade e a técnica legislativa, ou seja, como o projeto foi escrito. Além disso, fazemos uma triagem para evitar plágios”, explicou Véra Reis.

 

Os selecionados nessa etapa vão viajar com todas as despesas custeadas pela Câmara dos Deputados, para apresentar seus projetos de lei e vivenciar uma semana do trabalho dos deputados federais, convivendo com jovens de todo o país.