Indústria da Pesca e Instituto Chico Mendes discutem desenvolvimento do setor

5/02/2019   13h41

 

Os representantes de empresas e profissionais do setor de pesca e de órgãos ambientais estiveram reunidos, nesta terça-feira (05/02), no auditório do Joaquim Victor de Holanda, na Casa da Indústria. O encontro retomou o diálogo sobre o desenvolvimento sustentável da atividade pesqueira no Rio Grane do Norte.

 

Na ocasião, técnicos e gestores do Instituto Chico Mendes de Conservação e Biodiversidade (ICMBio) destacaram a necessidade de haver, antes das ações de fiscalização, a divulgação de informações sobre as leis, decretos e demais normas que regulamentam a atividade.

 

 

O Diretor do Sistema FIERN, Jorge Bastos, destacou a importância de encontros como o desta terça-feira para firmar uma aproximação entre as instituições e as entidades que representam os empresários que atuam na cadeia produtiva da pesca.

 

O Presidente do Sindicado da Indústria Sindicato da Indústria de Pesca do Rio Grande do Norte, Gabriel Calzavara de Araújo, afirmou que o setor deve ser acompanhado com atenção pelas autoridades e pela sociedade, uma vez que tem relevância econômica, social e estratégica para o país. Ele lembrou que a atividade de barcos pesqueiros ajudam na ocupação de áreas oceânica pelo país.

 

Gabriel Calvazara destacou também que um barco pesqueiro envolve 12 atividades econômicas, o que mostra o potencial econômico da atividade.

 

Com a participação do deputado estadual Souza Neto (PHS); da chefe da Unidade de Conservação da ICMBio, Rossana Evangelista; além de técnicos do órgão, prefeitos de municípios das regiões Oeste e Salineira; dirigentes de associações de pescadores e empresas do setor, o encontro marcou também o início de um programa para levar informações sobre as regras para manejo do Arquipélago de São Pedro e São Paulo.