MAIS RN, da FIERN, recebe gerentes de negócio da Superintendência do Banco do Brasil no Rio Grande do Norte

4/08/2022   16h26

 

O MAIS RN, unidade de planejamento estratégico contínuo da FIERN, recebeu um grupo gerentes de negócio da Superintendência do Banco do Brasil (BB) no Rio Grande do Norte, nesta quinta-feira (4). Na visita dos representantes da instituição financeira à Casa da Indústria, foi apresentada a história e atuação do MAIS RN, como também foi debatida a possibilidade de parceria junto ao BB para a troca de informações e trabalhos conjuntos.

 

Lançado em 2014 como um estudo que apontava os rumos para o crescimento econômico do Rio Grande do Norte, o MAIS RN evoluiu para uma unidade que trabalha continuamente com uma metodologia em tríplice hélice e atua para a integração futura da inteligência de dados com a rede nacional do Observatório da Indústria para promover o desenvolvimento do estado.

 

O diretor 1º secretário da FIERN, Heyder Dantas, participou da reunião desta quinta representando o presidente da Federação e falou sobre a importância do encontro com os representantes do banco. “É um momento de interação e aproximação com uma entidade forte no estado. Apresentamos as potencialidades do MAIS RN e os convidamos a participar como parceiros para que possam abastecer com informações e interagir com a equipe de forma mais próxima”, afirma Dantas.

 

 

O diretor do MAIS RN, Marcelo Rosado, ressaltou a importância das parcerias para a unidade e da missão comum de desenvolvimento. “Boa parte do nosso trabalho acontece graças às parcerias com outras instituições, sejam empresas, universidades ou o poder público. O Banco do Brasil tem uma visão extremamente importante de desenvolvimento. As informações que podem fornecer são muito importantes para desenvolver ações que melhorariam os trabalhos das duas partes pelo desenvolvimento do RN”, declarou.

 

Já o coordenador do MAIS RN, José Bezerra Marinho, destacou o compromisso da FIERN em pensar o desenvolvimento econômico do estado. “Desde que assumiu como presidente da FIERN, Amaro pensou na em uma unidade que veio a se tornar o MAIS RN, que trabalhasse com o planejamento da economia do Rio Grande do Norte. Não se trata de um plano, projeto ou programa, mas de um organismo pensante que pode tomar formas e produzir conteúdos e ações diferentes na medida em que interage com a realidade”, explicou Marinho.

 

 

Por fim, o gerente técnico do MAIS RN, Pedro Albuquerque, apresentou a metodologia, atuação e as entregas que a unidade já realizou. “Apesar de ser uma unidade da FIERN, temos parcerias com diversas entidades de outros setores que acrescentam ao nosso trabalho e que se beneficiam das nossas informações e propostas”, ressaltou o gerente da unidade.

 

O gerente de negócios de Pessoa Física do BB no estado, Hiroito Falcão, parabenizou pelo trabalho do MAIS RN. “É uma ferramenta muito interessante que podemos colaborar com informações e receber diagnósticos e ações importantes para nossa atuação. Temos determinados direcionamentos que podem ser otimizados com o MAIS RN”, disse.

 

Também participaram da reunião Robson Bezerra, Gerente de Negócios Pessoa Jurídica, a gerente de relacionamento do BB, Raiana Figueiredo, e o assistente de negócios do banco, Jeferson Dantas.

 

O encontro aconteceu após convite do presidente da FIERN, Amaro Sales, à superintendente do BB no estado, Priscila Requejo, durante visita à sede da Federação, no último dia 25 de julho. Na ocasião, Amaro falou do trabalho realizado pelo MAIS RN e convidou a instituição para conhecer a entidade.

 

 

O MAIS RN

 

Lançado em 2014 como um observatório da indústria e um mapa de oportunidades de negócios, potenciais econômicos e ações prioritárias, em âmbito público e privado, o Mais RN inicialmente listava uma série de ações e metas para viabilizar, em 20 anos, um novo patamar de crescimento econômico do Rio Grande do Norte, sendo apresentado a gestores públicos.

 

Em 2020, o programa atingiu nova feição ao lançar a versão digital, o Mais RN 4.0 e, em meio a pandemia de Covid-19, lançar mão de recursos e plataformas digitais de Power BI (Business Inteligence) e ganhou espaços de debate junto aos empresários, com o Mais RN em Ação, que trouxe as Salas de Situação.

 

Para o Observatório, foi criado um conjunto de dashboards com dados e indicadores, de diversas fontes — como emprego, desemprego, arrecadação pública, ICMS, PIB per capita do Município, PIB da Indústria, PIB dos Serviços, análise da evolução do emprego, evolução da indústria —, que se correlacionam e podem ser atualizados para dar um panorama geral e sistematizado sobre determinado cenário ou setor da economia.

 

A plataforma desenvolveu também o documento Agenda Propositiva para o Desenvolvimento do RN, entregue ao Governo do Estado em outubro de 2021, elencando pontos e ações que envolvem poucos recursos financeiros em termos de investimento público, mas são de fundamental importância para a economia potiguar.