MAIS RN promove 1ª Sala de Situação do Petróleo e Gás do Rio Grande do Norte

21/10/2020   11h14

Foto: Getúlio Moura/Petrobras/Divulgação

 

Aproveitar as oportunidades criadas a partir da venda dos ativos da Petrobras na Bacia Potiguar e tornar o Rio Grande do Norte mais competitivo para a indústria de Petróleo e Gás. É com esse intuito que a FIERN, em parceria com o Sebrae, Redepetro e Secretaria de Desenvolvimento Econômico (Sedec) e Governo do Estado, promove, no âmbito do MAIS RN, a 1ª Sala de Situação do Petróleo e Gás, na próxima quinta-feira (22), às 15h. O evento será fechado a participação de representantes das empresas convidadas.

 

O encontro, que será transmitido pelo aplicativo Microsoft Teams, tem como objetivo criar uma relação direta com as empresas operadoras de Petróleo e Gás do Estado visando a implementação de um conjunto de iniciativas para tornar o ambiente de negócio do Rio Grande do Norte mais atrativo e competitivo para a indústria de Petróleo e Gás.

 

Serão discutidos os processos legais para dar maior agilidade ao cronograma da indústria de petróleo e gás, os desafios em relação a infraestrutura, fornecedores e mão de obra e como ampliar a produtividade e eficiência da atividade petrolífera no RN.

 

“O evento busca aproximar as instituições das empresas para debater cenários, projeções e ver como trabalhar conjuntamente com as empresas”, disse o assessor técnico de Economia e Pesquisa da FIERN, Pedro Albuquerque.

 

Participarão da reunião as empresas Central Resources,  Geopark, Imetame, Ouro Negro, Partex, Perícia Engenharia, Petrogal, Petromais, Petrosynergy, Petrovictory, Phoenix, Potiguar E&P, Petroreconcavo, Starboard, Ubuntu, 3R Petroleum, Sonangol e Perenco.

 

Por Sara Vasconcelos, Unicom/FIERN