Setor de energia solar ganha novos profissionais certificados no RN em projeto do CTGAS-ER com a Alemanha

31/03/2022   17h13

Os profissionais certificados tiveram conhecimentos teóricos e práticos avaliados por especialistas no Brasil e na Alemanha: Imagem mostra a entrega dos diplomas

 

 

O Centro de Tecnologias do Gás e Energias Renováveis (CTGAS-ER), do SENAI-RN, e a Câmara de Indústria e Comércio de Trier (EIC Trier), na Alemanha, certificaram nesta quarta-feira (31), em Natal, 11 profissionais do setor de energia solar distribuída, em um momento de forte expansão da atividade no estado. A expectativa é que a iniciativa ajude a fortalecer a qualidade e as boas práticas dos serviços que chegam ao mercado consumidor. 

 

Os profissionais atuam em empresas da Associação Potiguar de Energias Renováveis (APER) e foram submetidos ao processo de certificação como instaladores de sistemas fotovoltaicos – os sistemas que geram energia solar em residências e estabelecimentos comerciais e industriais de micro, pequeno e médio portes.

 

Profissionais na área da instalação representam mais da metade da força de trabalho empregada no setor no Rio Grande do Norte. Este ano, segundo projeções da APER, cerca de 4.500 empregos diretos são esperados na energia solar distribuída no estado e 70% das vagas devem ser abertas para essa ocupação.

 

“A atividade de instalação é uma das que mais crescem no estado e o processo de certificação tem a pretensão de atestar quais são os profissionais com competência comprovada. Isso é fundamental, especialmente em um setor que tem acelerado tanto”, diz o diretor do CTGAS-ER e do Instituto SENAI de Inovação em Energias Renováveis (ISI-ER), Rodrigo Mello, destacando as parcerias com a Alemanha e a APER como fundamentais para o avanço dessa fonte de energia e do mercado com qualidade.

 

Qualificação

 

Para o vice-presidente da APER, José Maria Vilar, “a certificação é importantíssima na busca por qualificação dos profissionais, notadamente por ser realizada por uma instituição com o conceito e a credibilidade do SENAI/CTGAS-ER”.  “Além disso, vem perfeitamente ao encontro da Visão da APER, que é ‘tornar as empresas associadas reconhecidas em relação às demais no mercado, pelo seu diferencial de qualidade e confiabilidade’”. 

 

Na avaliação dele, “a certificação confere maior confiança e segurança aos clientes que optam pela energia solar”. O setor, acrescenta, vem crescendo de forma acelerada no Rio Grande do Norte, a um ritmo de 9,61% ao mês em 2021, que também é esperado para este ano. A expectativa é de conexão de mais 35.742 sistemas de energia solar à rede no estado em 2022, o que representa um investimento estimado superior a R$ 1,2 bilhão. 

 

“Isso representa um desafio muito grande para que esses serviços sejam executados com o máximo de qualidade e, nesse sentido, a ampliação da parceria com o SENAI/CTGAS-ER será cada vez mais importante”, continua José Maria Vilar.

 

A certificação

 

A certificação dos instaladores foi realizada como parte de um acordo de cooperação firmado em 2021 entre o SENAI-RN, o CTGAS-ER e a APER para capacitação e desenvolvimento profissional no segmento de energia solar fotovoltaica. A ação faz parte do Projeto Verena, executado pelo SENAI e o CTGAS-ER em parceria com a EIC Trier.

 

O processo de certificação que nasceu como fruto da iniciativa é desenvolvido com metodologia inspirada na Alemanha – país líder europeu em geração de energia solar – e envolve provas teóricas e práticas para avaliar, por exemplo, planejamento, uso adequado de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) e a montagem correta dos sistemas. 

 

As atividades foram realizadas em novembro de 2021, sob supervisão de especialistas do CTGAS-ER, do Conselho Regional dos Técnicos Industriais do Rio Grande do Norte, do mercado e da Alemanha, em um processo, que, frisa a coordenadora do Projeto Verena, Amora Vieira, “corrobora com a estratégia do SENAI de qualificação profissional por meio de ações diferenciadas, que propiciam ao aluno uma experiência singular para o desenvolvimento da carreira”.

 

A cerimônia de entrega dos diplomas foi realizada no Hub de Inovação e Tecnologia do SENAI-RN em Natal, complexo que sedia o CTGAS-ER. Foram certificados na ocasião profissionais das empresas Rota Solar RN, AMG SOLAR, RP Engenharia de Energia, Servindu – Serviços Industriais, Enerbras Energias Renováveis, Gouveia Engenharia, Cabugi Solar, New Energy Energias Renováveis, Casa Solar e IT SOLAR. 

 

José Maria Vilar, da APER, e Amora Vieira, coordenadora do Projeto Verena, do SENAI-RN e do CTGAS-ER com a Alemanha: Importância da qualificação

 

Multiplicadores

Para José Maria Vilar, da APER, a expectativa é que esses instaladores atuem como multiplicadores dos conhecimentos que adquiriram no processo de certificação. Essa é justamente uma das possibilidades que Jheyson Ferreira, de 30 anos, que atua como supervisor técnico em uma das empresas, enxerga. Ele também frisa a importância da qualificação para o setor. “Hoje temos um setor industrial com bastante foco na produção de energia renovável, com uma taxa de empregabilidade muito grande, e o setor da energia Solar fotovoltaica Distribuída é um dos que mais crescem. Então a importância da capacitação, da certificação na área, é muito grande”, diz o supervisor, um dos profissionais que receberam oficialmente a certificação nesta quarta-feira.

 

O técnico em eletrotécnica Cleidson Costa, de 37 anos, também certificado, destaca a importância da iniciativa para os profissionais. “É um diferencial pois estamos certificados por uma instituição que é referência no país e com base em um padrão de qualidade reconhecido internacionalmente”, diz. Ele frisa que, além de colocar em teste os conhecimentos dos instaladores, o processo de certificação também possibilitou a revisão de conceitos e a aquisição de outros conhecimentos, sobre novas técnicas e tecnologias. 

 

Carlos Bessa, de 32 anos, que atua há cinco como instalador, analisa, por sua vez, que a certificação mostra o comprometimento das empresas com a qualidade do serviço e contribui com a melhoria da experiência do consumidor final. Adreilson Souza, que tem 36 anos, 1 ano e três meses dos quais na atividade, complementa: “A certificação é um marco dentro do setor fotovoltaico não só do RN mas de todo o país. Ela é extremamente importante para a qualificação dos profissionais que atuam no segmento”, frisa, apontando novas possibilidades que enxerga a partir de agora: “Um olhar mais técnico e apurado para as instalações”.

A cerimônia também reuniu outros profissionais que concluíram o curso preparatório do CTGAS-ER para a realização das provas de certificação.