Superintendente do SESI-RN participa de lançamento do Banco de Alimentos em Natal

29/03/2022   16h48

Foto: Rennê Carvalho/PMN

 

O superintendente regional do SESI-RN, Juliano Martins, participou da solenidade de lançamento do programa Banco de Alimentos, que foi realizada nesta terça-feira (29), na sede da Prefeitura de Natal. O banco incentiva o aumento das captações de gêneros alimentícios com objetivo de atingir mais pessoas em situação de vulnerabilidade social que são atendidas pelas instituições sociais conveniadas junto ao poder público municipal.

 

O SESI-RN irá funcionar como agente de intermediação entre as indústrias e a secretaria, para orientar a destinação de alimentos, que não serão usados, e poderão ser doados para o banco.

 

Representando a Federação das Indústrias do Estado do Rio Grande do Norte (FIERN), Juliano Martins comenta que as indústrias que têm desperdício em seus refeitórios poderão, a partir dessa nova realidade, transformar esse cenário. “Vamos avançar muito na luta contra a fome em Natal”, afirmou. Martins diz que a expectativa é de, à exemplo do programa Ação pela Vida, repetir o sucesso da parceria entre o Sistema Indústria e o Executivo Municipal.

 

O Banco de Alimentos de Natal foi reestruturado e deve dobrar a capacidade de atendimento com a ampliação no processo de captação de doações e distribuição entre as instituições filantrópicas da capital.

 

A ideia de modificar o banco foi consolidada a partir de uma visita técnica realizada pelo secretário Municipal de Assistência Social, Adjuto Dias, ao projeto do Rio Grande do Sul. O secretário também esteve reunido com o presidente da FIERN, Amaro Sales, para falar a respeito do banco. (leia aqui)

Adjuto Dias ressaltou o desejo de querer que Natal seja referência no combate à fome e ao desperdício de alimentos. “Com esse programa vamos unir as pontas, de forma organizada e profissional. Ou seja, estaremos buscando os alimentos que poderiam ser desperdiçados e outras doações, para entregar a quem realmente precisa”, explicou.

 

Foto: Rennê Carvalho/PMN

Uma lei de autoria do vereador Felipe Alves criou o selo “Casa Solidária”, que será colocado na entrada dos estabelecimentos que optarem por aderir ao projeto da Prefeitura de Natal. “Com o respaldo jurídico que passamos a ter com a Lei e diante do programa, quero parabenizar ao prefeito pela iniciativa”, disse o superintendente do SESI.

 

A assistente social Eryka Rayssa falou em nome das instituições que são beneficiadas e destacou a importância do Banco diante da realidade que as comunidades atendidas enfrentam. “Na maioria das vezes, as únicas refeições que essas famílias têm são nas nossas instituições. Esse programa é fundamental para a gente continuar garantindo essa alimentação balanceada para todos”, concluiu.

 

Como funciona

Uma equipe técnica visita os estabelecimentos comerciais e assina os termos de adesão e doação. Em seguida, a Semtas faz a arrecadação dos alimentos e os transporta em um caminhão adequado aos trabalhos. Por fim, uma equipe seleciona, pesa e destina os alimentos às instituições a serem beneficiadas.

 

Serviço

Pessoas ou empresas que queiram fazer doações de alimentos podem ligar para o número (84) 3232-9276 e ter mais informações do procedimento para doar.

 

Foto: Rennê Carvalho/PMN