Boletim Focus tem projeção com viés de queda para inflação, mostra plataforma do Mais RN

11/12/2023   13h08

 

O Boletim Focus, divulgado nesta segunda-feira (11), revela que as expectativas do mercado financeiro estão melhores neste período no qual se aproxima o fim do ano, com a queda da inflação projetada de 4,54% para 4,51%. Enquanto isso, as projeções para o dólar apresentaram uma leve redução, passando de R$ 4,99 para R$4,95. O PIB registrou um aumento para 2,92%, e a taxa SELIC permaneceu estável em 11,75%. Os números integram as informações e análises do Boletim, divulgadas nesta segunda-feira (11) pelo Observatório da Indústria Mais RN, núcleo de planejamento estratégico contínuo da Federação das Indústrias do Estado do Rio Grande do Norte (FIERN).

 

Nesse detalhamento do Boletim Focus para o IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo), o analista de Negócios do Observatório da Indústria Mais RN, economista João Lucas Dias, aponta que há um viés de queda do índice de inflação. Atualmente, a inflação está em 4,82%. Mas a expectativa de mercado sinaliza para uma redução para 4,51% no acumulado em doze meses.

 

 

“Amanhã (terça-feira, 11/12/2023), será divulgado o IPCA de novembro deste ano. A meta do governo para este ano é de 3,25%, com uma margem de tolerância de 1,5 ponto percentual para mais ou menos. Assim, as expectativas de mercado estão dentro da faixa de tolerância do governo, que é de até 4,75%. No entanto, é importante notar que as previsões do mercado estão abaixo da realidade, considerando o IPCA acumulado em 12 meses, que atingiu 4,82%”, explica o economista.

 

PIB

 

Com base no Boletim Focus, o analista de Negócio do Mais RN observa que a expectativa para o PIB brasileiro teve um aumento após a divulgação do crescimento de 0,1% no terceiro trimestre. “O aumento das expectativas ocorreu de 2,84% para 2,92%, e o acumulado em 12 meses está 3,1% acima das expectativas do mercado. Quanto à taxa de câmbio, a expectativa é que a moeda norte-americana termine o ano cotada a R$ 4,95, contra R$ 4,99 da semana passada”, disse.

 

Juros

 

Em relação à taxa SELIC, as expectativas do mercado permanecem constantes nos últimos meses, prevendo o encerramento do ano em 11,75%. Isso representa um declínio de 0,5 pontos percentuais em relação à taxa atual de 12,25%, conforme esperado pelo mercado para a próxima reunião nos dias 12 e 13 de dezembro.

 

“Para a indústria, é essencial acompanhar essas informações para planejar adequadamente seus negócios e investimentos. Acompanhar o IPCA permite monitorar o aumento ou desaceleração dos preços; o câmbio influencia as exportações e importações; o PIB reflete o crescimento ou queda da riqueza; e, por fim, a SELIC representa os juros na economia”, ressalta o economista.

 

 

O Boletim Focus é divulgado semanalmente pelo BC com a expectativa de 140 instituições financeiras para os principais indicadores econômicos.

 

 

Sempre que essa divulgação é feita, o Mais RN também atualiza a publicação em seu observatório, com um formato que assegura a compreensão e a agilidade da leitura, em quadros comparativos e com análises objetivas.