Compliance faz palestra com orientações sobre recebimento de presentes, brindes e hospitalidade

1/12/2023   15h53

 

 

A gestora do Programa Corporativo de Compliance do Sistema FIERN, Gabriella Rebouças, ministrou a palestra ‘Ética e Compliance: Orientações sobre Presentes, Brindes e Hospitalidade’, para gestores e técnicos do Instituto Euvaldo Lodi (IEL-RN), com o objetivo de apresentar o conceito de presentes, brindes e hospitalidades, e como receber e ter isso de forma transparente dentro da instituição e das entidades. “Fizemos esse primeiro evento para os gestores do IEL visando nossos agentes de mercado. E nós devemos fazer também com o SESI e o SENAI”, diz Gabriella.

 

Ela explica que, todo o final de ano, é prática das empresas enviarem brindes e presentes para colaboradores, e que o Sistema Indústria vem trabalhando para ter um ambiente de conformidade em todos os sentidos. “Nós instituímos dentro do Código de Ética e Conduta e em nossa cartilha de orientações, que estamos divulgando, quais os conceitos de presentes, brindes, hospitalidades, quais são as regras que devemos seguir. Então é importante abordar esse tema de uma maneira muito clara e didática, dentro do Sistema FIERN, no sentido de uma comunicação assertiva e um treinamento objetivo, para que as pessoas entendam o escopo e compreendam a importância do pertencimento no fortalecimento da nossa cultura organizacional”, enfatiza.

 

O Programa de Compliance do Sistema FIERN trabalha junto com os setores Jurídicos, de Mercado e Comunicação para divulgar temas e orientações dentro do ambiente de trabalho para melhorar a cultura organizacional, de conformidade, para que as práticas sejam transparentes. “Precisamos ter isso difundido de uma maneira muito clara e objetiva para todos os públicos, seja do colaborador ao gestor”, diz Rebouças.

 

A gestora enfatiza que é necessário ‘despessoalizar’ brindes, presentes e hospitalidade. “Por exemplo, se receber uma diária em um hotel, ao invés da pessoa que receber usufruir, fazer um sorteio com a equipe. Então, são coisas que a gente vai tentando desmistificar a pessoalidade. A gente tratar essas questões de uma maneira impessoal. Isso é importante”, destaca.

 

Todo final de ano, com a chegada do Natal, é comum haver trocas de brindes, presentes entre os parceiros. Gabriella Rebouças destaca a importância de tratar desse assunto dentro das entidades com clareza, objetividade, transparência, para que todos possam compreender.

 

“Hoje nós temos previsão no Código de Ética e Conduta e na cartilha destinada à alta gestão sobre o tema, e precisamos utilizar a comunicação e treinamento para atingir a eficiência que desejamos. Então, é importante trazer esse tema para o ambiente de negócios, por isso que abordamos qual é o tipo de relação de ética, de integridade, que as entidades esperam da gente enquanto missão, valores, princípios institucionais, de modo que a gente erradique qualquer tipo de vantagem indevida e previna o conflito de interesses que possam advir dessa troca de bens, presentes, hospitalidades e brindes”.

 

O compliance é o conjunto de regras, políticas e procedimentos que as empresas devem seguir para estar em conformidade com as leis e regulamentos. No que diz respeito a presentes, brindes e hospitalidade, explica a gestora, é importante estabelecer limites e restrições para garantir a transparência e evitar possíveis conflitos de interesse.

 

“O Compliance do Sistema FIERN trabalha para evitar situações de obtenção de vantagem. Não devemos tolerar isso dentro das entidades, estamos trabalhando de maneira que a gente consiga ter uma cultura forte, de integridade, de transparência, honestidade, ética. Afinal de contas, todo mundo quer trabalhar e fazer negócios numa empresa que é tida como uma empresa ética e íntegra”, afirma Gabriella Rebouças.

 

 

 

Texto: Jô Lopes