Estudantes de Macaíba apresentam ideias na 2ª edição do Projeto Empreendedorando, da Comissão de Inovação da FIERN

18/12/2023   18h26

 

Ideias inovadoras de empreendimentos foram apresentadas no encerramento da segunda edição do Projeto Empreendedorando, na manhã desta segunda-feira (18), na Casa do Empreendedor, em Macaíba. A iniciativa do Grupo de Trabalho 2 — “Educação e Formação: Empreendedorismo & Talentos” — da Comissão Temática de Inovação, Ciência e Tecnologia da FIERN (COINCITEC) estimulou alunos da Escola Municipal José Arinldo Alves a criarem empreendimentos que utilizassem os resíduos das indústrias instaladas no município.

 

Ao longo da realização do projeto, que envolveu 30 estudantes do 8º e do 9º ano, os alunos participaram de imersões em robótica, informática e empreendedorismo junto aos agentes do ecossistema de inovação potiguar, em especial o SESI-RN, IFRN e Senac.

 

 

O presidente da COINCITEC e diretor 2º tesoureiro da FIERN, Djalma Barbosa da Cunha Júnior, explica que um dos propósitos da Comissão é estimular a educação empreendedora. “Os alunos vivenciaram alguns momentos bastante interessantes que serão levados para a vida. Nossa proposta é estimular que esses estudantes sejam propositivos e desenvolvam novas ideias para transformar suas realidades e da comunidade a qual pertencem”, afirma.

 

“Muitas vezes é preciso apenas um pequeno estímulo ou apoio para que eles desenvolvam vocações e talentos que já possuem para diversas atividades. O que trazemos é o estímulo para que eles desenvolvam a atividade empreendedora”, acrescenta.

 

Para a líder do GT 2 da COINCITEC e professora do IFRN, Marcella Assunção, o projeto foi apenas o início da uma jornada no caminho do empreendedorismo. “Hoje tivemos a finalização do curso, mas não das ideias e propostas, nem do processo de aprendizagem dos estudantes. Essas ideias ainda podem ser muito maturadas e levadas à frente”, avalia.

 

Já a assessora de Relações Institucionais da Comissão de Inovação da FIERN, Helen Buonora, conta que os estudantes tiveram acesso a experiencias marcantes. “Senti bastante empolgação e engajamento dos alunos nesse projeto, que é apenas o início de uma jornada de muito aprendizado e ampliação de perspectivas. Nosso objetivo era estimular esse tino empreendedor nos estudantes e abrir oportunidades de melhoria de vida”, aponta.

 

 

Momentos para levar para a vida

 

A imersão em laboratórios de robótica e programação, o estímulo ao pensamento empreendedor e o desenvolvimento de soluções possíveis para problemas reais foram alguns dos momentos do Empreendedorando que ficarão marcados na memória de Ana Carollyna Francisca da Silva. Aos 15 anos, a aluna do 9º ano da Escola Municipal José Arinldo Alves tem o desejo de empreender.

 

“Minha mãe é empreendedora e gosto muito dessa atuação. Muitas clientes dela apontam em mim a vocação para seguir esse caminho e penso muito em empreender”, relata. “Já participei de algumas outras formações e cursos, mas nunca tive a oportunidade de aprender tanta coisa bacana quanto no Empreendedorando. Foi uma experiência única e abriu muitas perspectivas para o futuro”, completa.

 

 

Já Robson Luanderson, também com 15 anos, diz que vai levar a experiência no projeto para toda a vida. “Foi uma experiência excelente. Aprendi muito e pude ver coisas que já tinha ouvido falar, mas nunca tinha experimentado, como programação e robótica. Tudo isso vou levar para o resto da vida”, frisa.

 

A diretora da escola, professora Arleane Lira, ressalta que as experiências proporcionadas pelo projeto vão ficar marcadas na memória de cada um dos estudantes. “Foi um momento inesquecível. Os ensinamentos vão fazer parte do dia a dia dos alunos daqui em diante. Eles serão peças fundamentais para trazer conhecimento e ajudar a desenvolver nossa cidade”, expressa.

 

 

Replicar para somar

 

De acordo com o presidente da COINCITEC, o objetivo é validar a metodologia de educação empreendedora do projeto para replicar em outras escolas da rede pública. “Esperamos validar uma metodologia para oferecer esse projeto para secretarias de Educação para replicar e disseminar a iniciativa em cada vez mais cidades do nosso estado”, conta Djalma.

 

O secretário de Educação de Macaíba, Ademar Teixeira da Silva Júnior, participou do evento de encerramento do Empreendedorando e anunciou o plano de oferecer educação empreendedora em todas as 43 escolas da rede municipal. “Eu acredito muito na educação empreendedora e em 2024 queremos ampliar essa parceria para levar essa abordagem todas as escolas da nossa rede municipal. Com isso, queremos, também, evidenciar as iniciativas inovadoras desenvolvidas”, afirma.