Indústria 4.0 – Prepare-se com o SENAI-RN apresenta grade de cursos no CTGAS-ER

10/05/2019   17h40

 

A prestação de serviços baseada nas consultorias que preparam para a indústria 4.0 foi tema do lançamento da grade de cursos do projeto Indústria 4.0 – Prepare-se com o SENAI-RN, lançado nesta sexta-feira (10), no auditório de Centro de Educação e Tecnologias do Gás e Energias Renováveis (CTGAS-ER).  “Faremos com que, no entrelace entre a tecnologia e o humano, o SENAI promova o ambiente industrial que permita a interligação dessas vertentes, de modo a aperfeiçoar processos e custos empresariais”, disse o Diretor Regional do SENAI, Emerson Batista.

 

 

De acordo com o Diretor do CTGAS-ER, Rodrigo Mello, a grade foi pensada para o Rio Grande do Norte. “Baseados em nossa infraestrutura e no conhecimento dos nossos professores, montamos esta primeira grade. Em princípio serão quatro cursos que começam ainda no mês de maio, e continuam em junto e julho, mas com previsão de lançamento de muitos outros que visam preparar as pessoas e as empresas para o novo ambiente de processos e serviços exigidos pela indústria 4.0.”

 

 

Compõem a grade inicialmente o curso Explorando o BigDATA, seguido de Inteligência Artificial, Conectando-se com a Indústria Avançada, e Programação móvel para IOT(internet das coisas). O primeiro começa no dia 27 de maio, e acontecem no turno vespertino. As pessoas interessadas podem entrar em contato pelo Whatsapp (84) 98704-1482, ou pelo e-mail mercado@ctgas.com.br.

 

INDÚSTRIA 4.0

 

Rodrigo Melo explicou que a indústria 4.0 é um conceito de indústria proposto recentemente e que engloba as principais inovações tecnológicas dos campos de automação, controle e tecnologia da informação, aplicadas aos processos de manufatura. “A partir de Sistemas Cyber-Físicos, Internet das Coisas e Internet dos Serviços, os processos de produção tendem a se tornar cada vez mais eficientes, autônomos e customizáveis”.

 

“Isso significa um novo período no contexto das grandes revoluções industriais. Com as fábricas inteligentes, diversas mudanças ocorrerão na forma em que os produtos serão manufaturados, causando impactos em diversos setores do mercado”, completa Emerson Batista.

 

REVOLUÇÃO INDUSTRIAL

 

A indústria 4.0 é uma realidade que se torna possível devido aos avanços tecnológicos da última década, aliados às tecnologias em desenvolvimento nos campos de tecnologia da informação e engenharia. As mais relevantes são:

 

Internet das coisas (Internet of Things – IOT): Consiste na conexão em rede de objetos físicos, ambientes, veículos e máquinas por meio de dispositivos eletrônicos que permitem a coleta e troca de dados. Sistemas que funcionam a base da Internet das Coisas e são dotados de sensores e atuadores. São denominados de sistemas Cyber-físicos, e são a base da indústria 4.0.

 

Big Data Analytics: São estruturas de dados muito extensas e complexas que utilizam novas abordagens para a captura, análise e gerenciamento de informações. Aplicada à indústria 4.0, a tecnologia de Big Data consiste em 6Cs para lidar com informações relevantes: Conexão (à rede industrial, sensores e CLPs), Cloud (nuvem/dados por demanda), Cyber (modelo e memória), Conteúdo, Comunidade (compartilhamento das informações) e Customização (personalização e valores).

 

Segurança: Um dos principais desafios para o sucesso da quarta revolução industrial está na segurança e robustez dos sistemas de informação. Problemas como falhas de transmissão na comunicação máquina-máquina, ou até mesmo eventuais engasgos do sistema podem causar transtornos na produção. Com toda essa conectividade, também serão necessários sistemas que protejam o know-how das empresas, contido nos arquivos de controle dos processos.